terça-feira, 3 de julho de 2012

twenty one.

já não faz sentido eu escrever para ti. sempre que tento, as palavras não saem, tento enfrentar quem és, por tantos diferentes ângulos mas chego sempre ao ponto de recomeço, porque não consigo, não quero, sei lá, há mil e umas razões para isto acontecer, mas nem uma parece acertada o suficiente. não posso dizer que já te esqueci, mas também não te vou dizer que ainda te amo. acho que o abrir de olhos foi forte, e eu cheguei a conclusão que não me mereces. mas ao mesmo tempo.. tu nunca foste apenas um namorado, também eras o meu melhor amigo, eras o meu porto de abrigo, e eu não sei, não sei mesmo se algum dia conseguirei esquecer isso, porque sinceramente.. é isso que eu quero.
"as cartas vão deixar de ser menos, até um dia desaparecerem" eu disse que este dia ia chegar.

17 comentários:

  1. eu , como já sabes, sou adepta do "ninguém perde aquilo que nunca teve", portanto...

    ResponderEliminar
  2. ele se fosse realmente teu amigo, estava contigo. coisa que não acontece.

    ResponderEliminar
  3. desculpa mas eu não podia concordar mais com esse teu amigo.

    ResponderEliminar
  4. pois... ele não te quer dizer adeus definitivo porque sabe que assim te continua a ter para ele.

    ResponderEliminar
  5. adoro o teu blog, quanto ao teu post, chega a um certo ponto que já não existe mais nada para lhe escrever :s

    ResponderEliminar
  6. é mesmo, já passei pelo mesmo :)

    ResponderEliminar
  7. pois, porque a pessoa pode ir, mas as recordações ficam cá :s

    ResponderEliminar
  8. claro que disse que te escolhia a ti, para te continuar a ter na mão.

    ResponderEliminar
  9. esquece qualquer outra. concentra-te em ti e pensa se tu realmente vais voltar para ele.

    ResponderEliminar

escreve o que te vai na alma. ♥