terça-feira, 24 de janeiro de 2012

three..

olá, meu principe, voltei, voltei para escrever para ti. não sei o porque de o continuar a fazer, quando não há muita coisa que eu te queira dizer, sem, mesmo assim, ficares a saber. mas sabes, vou-te revelar, um gosto meu, que desconheces, a escrita, e ainda mais, um dos meus maiores vícios, escrever, neste cantinho, que criei. mas, sabes, sinto que este é o meu refugio de tudo, ou seja, também é o meu refugio de ti, e de tudo, o que fazes que me magoa, toda a gente precisa de um refugio, certo ? então não fiques zangado comigo, meu menino, por não te contar sobre estes pequenos pormenores, mas se não mantivesse segredos de ti, não seria a mesma coisa.
até amanhã, pocoyo.

9 comentários:

  1. é verdade, por mais que sejamos verdadeiros existe sempre aquele pouco que não 'podemos' dizer, aquelas coisas nossas, que se passam no nosso cantinho, gosto muito :)

    ResponderEliminar
  2. gostei muito do blogue, voltarei cá certamente!

    ResponderEliminar

escreve o que te vai na alma. ♥