sábado, 20 de agosto de 2011

diz-me.

Pendura-me numa árvore. Deixa-me lá, a apanhar o frio, o vento, o orvalho. E depois volta, volta e torna-te parte de mim, ao combateres ao meu lado, para me sentir quente, e confortável. Agarra-me e puxa-me numa tentativa de me tirar de lá. Agarra-me e faz um último esforço, por mim, para me mostrares o que és capaz de fazer por mim, o que és capaz de fazer, se eu desistir, de mim, de ti, do mundo. Para eu saber com quem contar quando quiser subir alto e deixar-me lá ficar. Para ser capaz de perceber se faço a escolha certa quando faço-te parte do meu mundo, para eu saber que apesar de me levares até lá, apesar de me levares até onde sabes que eu vou sofrer, o faças na mesma para eu aprender outra lição de vida, para saber, se quando eu não conseguir continuar a lutar sozinha, e dizer preciso de ti, estejas lá a minha beira, a lutar contra tudo ao meu lado, numa união, tal como a amizade tem de ser, para eu saber que contigo posso contar, e que não me vais abandonar, de novo. A vida é um conjunto de jogos, e desta vez lanço-te um desafio. Se te pedisse tudo isto, aceitavas, e continuavas comigo?

19 comentários:

  1. Ainda bem que gostas-te querida *-*
    Também gostei muito deste teu post +.+

    ResponderEliminar
  2. Adorei este texto, foi profundo :)

    ResponderEliminar
  3. ainda bem que achas Just Me. (:
    querida, não consigo comentar o teu. s:

    ResponderEliminar
  4. Oh querida muito obrigada :')

    ResponderEliminar
  5. Quem sabe se a história não leva outra volta :p

    ResponderEliminar
  6. muito obrigada, querida (:

    ResponderEliminar
  7. Ja mudei umas quantas vezes :p

    ResponderEliminar
  8. Obrigada.
    Querida, não estou a conseguir seguir.

    ResponderEliminar
  9. ainda bem que gostaste :)
    o proximo capitulo chega amanha sem falta.

    ResponderEliminar
  10. Obrigada (:
    Já passou quase 1 ano e este fantasma continua a atormentar-me, sinceramente acho que vai ficar a perturbar-me durante mais alguns longos meses..

    ResponderEliminar
  11. Durou pouco tempo, mas eu gostei dele mais tempo do que a relação.. e o que eu sentia era mesmo forte.

    ResponderEliminar
  12. Sabes, eu já não gosto dele mas por vezes ele cruza o meu pensamento.. aliás muitas vezes.
    Obrigada pela força, a sério (:

    ResponderEliminar
  13. ainda bem querida (:
    querida não consigo encontrar o link do teu blog. s:

    ResponderEliminar

escreve o que te vai na alma. ♥